Saiba como evitar prejuízos com a tristeza parasitária bovina

14 jan 2016

Saiba como evitar prejuízos com a tristeza parasitária bovina

O carrapato afeta os bovinos causando diversas doenças, entre elas, a Tristeza Parasitária Bovina (TPB) também conhecida como Tristezinha, Amarelão, Mal da Boca Branca e Piroplasmose. O diretor técnico de saúde animal da Ourofino, Marcus Rezende, afirma que o controle estratégico do parasita é a melhor maneira para a prevenção desta doença.

“A TPB é uma enfermidade parasitária infecciosa que tem como principais agentes dois microorganismos: uma riquetsia do gênero Anaplasma (Anaplasmose) e um protozoário do gênero Babesia (Babesiose). O principal agente transmissor é o carrapato bovino Rhipicephalus (boophilus) microplus.Uma vez em contato com o animal, esses agentes podem desencadear sinais clínicos que vão desde anemia, febre, diminuição do apetite, apatia até problemas neurológicos e pode levar à morte”, explica Rezende.

O desenvolvimento do rebanho é prejudicado e isso significa prejuízo aos pecuaristas. Por isso, o diretor técnico recomenda fazer a prevenção e tratar os animais assim que os sinais clínicos são observados. Rezende participa do programa Ourofino em Campo para explicar aos pecuaristas como evitar a doença e evitar perdas nas propriedades. O programa ao vivo será exibido nesta sexta-feira (15/1), a partir das 11h30 (horário de Brasília), pelo Canal do Boi (via parabólica) e também aqui.

Perguntas sobre o tema podem ser enviadas pelo WhatsApp (16) 98181-8687, pelo ourofinoemcampo@ourofino.com, 0800 941 2000 ou com a #OurofinoEmCampo nas redes sociais.