Isosporose canina: saiba mais sobre esses protozoários que causam diarreias nos pets.

21 set 2015

Isosporose canina: saiba mais sobre esses protozoários que causam diarreias nos pets.

Essas alterações recebem o nome de diarreia e podem ser provocadas por diversos fatores tais como aspectos alimentares e infecções gastrintestinais.

A infecção por protozoários do gênero Isospora é uma das causas mais comuns de diarreias principalmente em filhotes de cães. A isosoporose pode acometer tanto canídeos domésticos quanto selvagens e é bastante frequente em ambientes com alta densidade populacional como, por exemplo, os canis.

Os cães infectados eliminam nas fezes os oocistos (“ovos”) destes protozoários que contaminam o solo e a água. Estas formas se tornam infectantes no ambiente em condições adequadas de umidade, temperatura e oxigenação. A contaminação de animais sadios ocorre através da ingestão das formas infectantes através do contato direto com as fezes ou de alimentos e água contaminada.

Os protozoários do gênero Isospora spp infectam a parede intestinal e provocam a destruição de seu epitélio. A gravidade da isosporose canina está relacionada com a densidade parasitária, ou seja, a quantidade de protozoários presentes no intestino. Geralmente os cães doentes apresentam diarreia com presença de muco e/ou sangue, vômito e desidratação. Os sintomas frequentemente são mais severos em animais mais jovens, os cães adultos doentes raramente apresentam sintomas desta infecção.

Cabe aos médicos veterinários a identificação da Isosporose canina através de um exame clínico minucioso associado à realização de um exame de fezes para visualização dos protozoários (oocistos ou “ovos”).

O tratamento desta doença é baseado na administração de antibióticos, probióticos e outros medicamentos que tratem os demais sintomas.
Os animais doentes devem ser mantidos isolados dos animais sadios.

Para prevenir a Isosporose canina é extremamente importante a adoção de medidas básicas de higiene tais como:

- Retirada das fezes do ambiente;
- Limpeza e desinfecção do ambiente;
- Oferecer água filtrada;
- Higienização de comedouros e bebedouros.

Se você possui um pet tenha atenção às medidas de higiene citadas acima, elas além de auxiliarem a prevenir a infecção por Isospora também ajudam na prevenção de muitas outras doenças como a Giardíase.

Mariana Castelhano Diniz

Médica Veterinária e Analista Técnica da Ourofino Saúde Animal

Tags