Notícias - Com dose única, Resolutor® oferece segurança e praticidade para a suinocultura

03 mar 2016

Com dose única, Resolutor<sup class="sup">®</sup> oferece segurança e praticidade para a suinocultura

A síndrome MMA (metrite, mamite e agalaxia) é um dos principais desafios da suinocultura por estar presente na maioria das granjas brasileiras. Doenças entéricas, como a diarreia, causam perdas de 10% a 15% no ganho de peso dos suínos e os problemas respiratórios podem levar à morte dos animais. Em comum, essas doenças possuem as bactérias como causadoras de tais perdas de produção para o suinocultor. Para resolver esses desafios, a Ourofino Saúde Animal lança o Resolutor®, antibiótico à base de Marbofloxacina com 20% de concentração.

“Um dos grandes diferenciais do Resolutor® é sua dose única de 1 ml para cada 25 kg de peso vivo. Isso oferece a praticidade necessária ao criador para lidar com  essas doenças tão presentes nas granjas, que comprometem o desenvolvimento dos suínos. Em vez de ganhar peso, os animais passam a ter que trabalhar para se recuperar desses males, o que significa prejuízo para o suinocultor”, comenta Amilton Silva, diretor de área da Linha Aves e Suínos da Ourofino. “A síndrome MMA, por exemplo, está presente em quase 100% das granjas, em maior ou menor proporção, por diferentes fatores, como o manejo, e impede que a fêmea esteja na condição adequada para alimentar o leitão”, acrescenta.

Segundo Andrea Panzardi, especialista técnica da empresa, a Marbofloxacina é uma molécula considerada nova no mercado e age no período de duas a três horas após a aplicação. “Em aproximadamente 24 horas, o animal apresenta a cura clínica sobre os agentes causadores das doenças entéricas, respiratórias e síndrome MMA. Os testes feitos a campo contemplaram o tratamento para uma gama de mais de dez agentes bacterianos”, explica Andrea.

O período de carência do Resolutor® é de quatro dias para a suinocultura. Para saber mais, assista às orientações dos especialistas da Ourofino e o uso do antibiótico aqui.

Tags


Deixe o seu comentário