Módulo 2: texto 1 - Importância do controle das informações durante os protocolos de IATF

13 jun 2015

Módulo 2: texto 1 - Importância do controle das informações durante os protocolos de IATF

Para que seja possível obter sucesso nos programas de IATF, é essencial que todas as etapas sejam executadas da melhor maneira possível, dentre elas, devemos considerar primeiramente a importância de sempre realizar a anotação dos dados. Somente através de informações detalhadas será possível avaliar o resultado obtido e identificar possíveis falhas, bem como os possíveis fatores de melhoria e de sucesso. Esse correto controle vai possibilitar que o médico veterinário responsável tome as decisões corretas para obter melhores resultados nos protocolos subsequentes.

Para realizar o controle de dados é essencial que todos os animais tenham identificação individual. Essa identificação pode ser por brincos com números ou marcação a fogo no próprio animal. O importante é que essa identificação seja facilmente localizada e visualizada, evitando falhas durante a colheita dos dados no curral. Para garantir que a visualização seja adequada podemos usar uma dupla marcação, fazendo uso dos brincos numerados associados à marcação a ferro. Cabe ressalva que por legislação essa marcação para fins de identificação dos animais deve ser feita exclusivamente na perna dos animais.

Após selecionar o lote de animais aptos a receber o protocolo de IATF, deverá ser gerada uma planilha com o número dos animais, categoria animal, dias pós-parto para gado de corte ou dias em lactação para vacas de leite, média diária de produção de leite (vacas de leite), número de parições, escore de condição corporal, touro/sêmen que será utilizado e identificar o inseminador (Download da Planilha).

O responsável pela condução dos protocolos de IATF deverá ter essa planilha em mãos (Figura 1) durante todos os dias de manejos para que seja possível verificar se todos os animais passaram por todos os tratamentos. Caso falte algum animal, é importante que o mesmo seja identificado rapidamente, para que possa ser encontrado a tempo de receber o medicamento, ou caso isso não seja possível, o mesmo deverá ser excluído do protocolo, pois o fato de não receber um dos medicamentos durante o processo, resultará no não funcionamento. É essencial que todos os animais estejam presentes no curral todos os dias de manejo durante os protocolos de IATF.

O controle de todas as informações acima citadas permite avaliar processo com um todo levando em consideração o resultado geral e os resultados por cada uma das variáveis, como por exemplo, prenhez por lote, por condição corporal, por touro, por inseminador, dentre outras variáveis. Tomando por base esses relatórios, o médico veterinário terá condições de identificar de forma pontual possíveis falhas durante o processo e, consequentemente, buscar soluções que podem variar desde a escolha do protocolo, até a escolha do sêmen e o treinamento e capacitação da mão de obra (inseminador e/ou pessoas envolvidas no manejo de curral).

Tais controles são essenciais quando existe uma busca constante por resultados satisfatórios e melhores em programas de IATF.

Material complementar:

Equipe Reprodução Animal - Ourofino

Tags