25 jul 2011

Ractopamina: porque sempre utilizar este aditivo

Características de carcaça e qualidade de carne As características de carcaça de forma geral são melhoradas com a utilização da ractopamina e um dos efeitos é a diminuição da quantidade de gordura na carcaça. Esta substância inibe a síntese de ácidos graxos nos cultivos celulares de várias espécies, além de estimular a degradação de triacilglicerol (Spurlock et al., 1993; e Noguera, 1999). A utilização da RAC favorece para que a deposição muscular na carcaça seja aumentada em maior proporção com relação ao crescimento dos órgãos viscerais, causando melhora no rendimento de carcaça (Schinckel et al.,2001). Estima-se que as concentrações de 10 ou 20 ppm de ractopamina nas dietas no período de seis a 34 dias aumentem o peso de carcaça quente (Armstrong et al. 2004). Carr et al. (2005a) observaram que a utilização de 20 ppm  e 10 ppm de RAC aumentou o peso de vários  cortes comerciais com relação ao tratamento controle, bem como diminuiu a quantidade de gordura nestes cortes. Segundo Amaral et al., (2009), suínos alimentados com dietas contendo 10 ppm, em relação ao grupo controle, apresentaram aumentos de 1,32%, 21,4% e 5,7% no rendimento de carcaça, na área de olho de lombo e no rendimento de carne, respectivamente. Segundo Ferreira (2009), comparando-se os animais recebendo RAC com o controle, houve em média 33,18% diminuição da espessura de toucinho, 19,87% de aumento na área de olho de lombo, e 21,40% de incremento para a profundidade de lombo, demonstrando os benefícios da utilização deste na melhora da qualidade da carcaça. Com base em uma avaliação detalhada da composição de carcaça realizada por Cantarelli (2007), pode-se inferir que os cortes de alto valor comercial, tanto para a industrialização como para o mercado de carne fresca, foram beneficiados com a adição da ractopamina. Assim, representa vantagens econômicas para o setor produtivo de carne suína. A qualidade da carne suína é avaliada através de atributos sensoriais como aroma, cor, sabor, suculência e textura, além de atributos tecnológicos como capacidade de retenção de água (CRA), conteúdo e composição de gordura, pH inicial (45 minutos após o abate), pH final (24 horas após o abate), estabilidade oxidativa e uniformidade (Rosenvold and Andersen 2003). Dessa forma, algumas pesquisas relatam que as carcaças de animais suplementados com RAC não diferiram com relação à perda de água por gotejamento comparado a animais sem suplementação e demonstram também que a perda de água durante a cocção foi semelhante às amostras dos animais do grupo controle (Carr et al. 2009; Patience et al. 2009). Uma meta-análise conduzida por Apple et al. (2007) mostrou que a força de cisalhamento aumentou em 4.4, 10.9 e 8.6% quando os animais foram suplementados com 5, 10 e 20 ppm de RAC respectivamente. Através de análise sensorial foi demonstrada menor maciez para animais recebendo RAC, o que está de acordo com os maiores valores para a força de cisalhamento (Patience, et al., 2009). Este aumento na força de cisalhamento pode estar relacionado com o menor índice de fragmentação miofibrilar, pois a RAC pode predispor ao aumento da expressão gênica relativa às isoformas da calpastatina (Calp 1 – 1xa e Calp 3 – 1u) (Parr et al. 2004). (Adeola et al. 1990) não observaram diferenças significativas para a composição de proteína bruta, extrato etéreo e cinzas do músculo Longissimus dorsi de animais suplementados com 20 ppm de RAC, no entanto, (Uttaro et al. 1993; Xiao et al. 1999) observaram maiores valores para proteína bruta e como consequência, diminuição da porcentagem de gordura dos mesmos. Garbossa (2010), avaliando os efeitos da RAC sobre a qualidade de carne, não observou efeito do aditivo sobre o índice de oxidação lipídica bem como verificou a diminuição na perda de peso por gotejamento, para o lombo de suínos, comparando o tratamento de 20 ppm de RAC ao controle foi verificado uma diminuição de 18,10%, o resultado deste ensaio indica que a RAC favorece a fabricação de produtos nobres como presuntos cozidos e crus. Bem como após a realização de cortes para a venda, o produto se apresenta com melhor aspecto para os consumidores, por apresentar menor acúmulo de água nas embalagens. No próximo post falaremos de "Viablidade econômica usando este aditivo"   Referências Bibliográficas Adeola, O., E. A. Darko, P. He and L. G. Young. Manipulation of porcine carcass composition by ractopamine. J. Anim Sci. 68(11): 3633-3641, 1990. ALMEIDA, E.C. Níveis de Lisina e Ractopamina em Rações para Suínos em Terminação. 2008. 76 p. Tese (Doutorado em Zootecnia) – Universidade Federal de Lavras - UFLA, Lavras. AMARAL, N.O.;FIALHO, E.T.; CANTARELLI, V.S.; ZANGERONIMO, M. G.; RODRIGUES, P.B.; GIRÃO, L.V.C.Ractopamine hydrochloride in formulated rations for barrows or gilts from 94 to 130 kg. Brazilian Journal of Animal Science, v. 38, p. 1494-1501, 2009. Apple, J. K., P. J. Rincker, F. K. McKeith, S. N. Carr, T. A. Armstrong and P. D. Matzat. Review: Meta-Analysis of the Ractopamine Response in Finishing Swine. The Professional Animal Scientist 23(3): 179-196, 2007. Armstrong, T. A., D. J. Ivers, J. R. Wagner, D. B. Anderson, W. C. Weldon and E. P. Berg. The effect of dietary ractopamine concentration and duration of feeding on growth performance, carcass characteristics, and meat quality of finishing pigs. J. Anim Sci. 82(11): 3245-3253, 2004. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA PRODUTORA E EXPORTADORA DE CARNE SUÍNA (ABIPECS). Relatório Anual 2011. Disponível em: Acesso em: 13 de mai. 2011. BARBOSA, C.E.T. Uso de ractopamina e níveis de energia para suínos machos castrados, imunocastrados e fêmeas em terminação. 2010. 134p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010. BELLAVER, C. et al. Níveis de Ractopamina na dieta e efeitos sobre o desempenho e características de carcaça de suínos em terminação. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.26, n.10, p.1795-1802, out. 1991. CANTARELLI, V. S. Ractopamina em rações para suínos em terminação com alimentação à vontade ou restrita. 2007. 108 p. Tese (Doutorado em Zootecnia) –Universidade Federal de Lavras, Lavras. CANTARELLI, V. S.; FIALHO, E. T.; ALMEIDA, E. C.; ZANGERONIMO, M. G.; AMARAL, N. O.; LIMA, J. A. F. Características da carcaça e viabilidade econômica do uso de cloridrato de ractopamina para suínos em terminação com alimentação à vontade ou restrita. Ciência Rural, Santa Maria, v. 39, n. 3, p. 844-851, 2009. CANTARELLI, V.S.; FIALHO, E.T.; ALMEIDA, E.C.; ZANGERONIMO, M. G.; RODRIGUES, P.B.; FREITAS, R.T.F. Ractopamine for finishing barrows fed restricted or ad libitum diets: performance and nitrogen balance. Brazilian Journal of Animal Science, v. 38, p. 2375-2382, 2009. CARR, S.N.; IVERS, D.J.; ANDERSON, D.B.; JONES, D.J.; MOWREY, D.H.; ENGLAND, M.B.; KILLEFER, J.; RINCKER, P.J.; MCKEITH, F.K. The effects of ractopamine hydrochloride on lean carcass yields and pork quality characteristics.Journal of Animal Science, v.83, n.12, p.2886-2893, 2005a. Carr, S. N., D. N. Hamilton, K. D. Miller, A. L. Schroeder, D. Fernández-Dueñas, J. Killefer, M. Ellis and F. K. McKeith. The effect of ractopamine hydrochloride (Paylean®) on lean carcass yields and pork quality characteristics of heavy pigs fed normal and amino acid fortified diets. Meat Science 81(3): 533-539, 2009. FERREIRA, M. S. S. Níveis de cloridrato de ractopamina em dietas para suínos em terminação. 2009. 55 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009. GARBOSSA, C.A.P. Composição química, características físicas e peroxidação lipídica da carne de suínos alimentados com diferentes níveis de ractopamina. 2010. 77p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010. Marchant-Forde, J. N., D. C. Lay, Jr., E. A. Pajor, B. T. Richert and A. P. Schinckel The effects of ractopamine on the behavior and physiology of finishing pigs. J. Anim Sci. 81(2): 416-422, 2003. Marinho, P. C., D. d. O. Fontes, F. C. d. O. Silva, M. d. A. e. Silva, F. A. Pereira and C. L. C. Arouca. Efeito da ractopamina e de métodos de formulação de dietas sobre o desempenho e as características de carcaça de suínos machos castrados em terminação. Revista Brasileira de Zootecnia 36: 1061-1068, 2007a. Marinho, P. C., D. d. O. Fontes, F. C. d. O. Silva, M. d. A. e. Silva, F. A. Pereira and C. L. C. Arouca. Efeito dos níveis de lisina digestível e da ractopamina sobre o desempenho e as características de carcaça de suínos machos castrados em terminação. Revista Brasileira de Zootecnia 36: 1791-1798, 2007b. MOODY, D.E.; HANCOCK, D.L.; ANDERSON, D.B. Phenethanolamine repartitioning agents. In: MELLO, J.P.F.D. (Ed.). Farm animal metabolism and nutrition. New York: CAB, 2000. p.65-95. NOGUERA, R.R. Utilização dos Agonistas β-adrenérgicos na alimentação animal. 1999. 11f. Parr, T., K. K. Jewell, P. L. Sensky, J. M. Brameld, R. G. Bardsley and P. J. Buttery. Expression of calpastatin isoforms in muscle and functionality of multiple calpastatin promoters. Archives of Biochemistry and Biophysics 427(1): 8-15, 2004. Patience, J. F., P. Shand, Z. Pietrasik, J. Merrill, G. Vessie, K. A. Ross and A. D. Beaulieu. The effect of ractopamine supplementation at 5 ppm of swine finishing diets on growth performance, carcass composition and ultimate pork quality. Canadian Journal of Animal Science 89(1): 53-66, 2009. Pereira, F. A., D. O. Fontes, F. C. O. Silva, W. M. Ferreira, A. M. Q. Lanna, G. S. S. Corrêa, M. A. Silva, P. C. Marinho, C. L. C. Arouca and G. M. Salum. Efeitos da ractopamina e de dois níveis de lisina digestível na dieta sobre o desempenho e características de carcaça de leitoas em terminação. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia 60: 943-952, 2008. Rikard-Bell, C., M. A. Curtis, R. J. van Barneveld, B. P. Mullan, A. C. Edwards, N. J. Gannon, D. J. Henman, P. E. Hughes and F. R. Dunshea. Ractopamine hydrochloride improves growth performance and carcass composition in immunocastrated boars, intact boars, and gilts. J. Anim Sci. 87(11): 3536-3543, 2009. Sanches, J. F., C. Kiefer, M. S. d. Moura, C. M. Silva, M. F. d. Luz and A. S. Carrijo. Níveis de ractopamina para suínos machos castrados em terminação e mantidos sob conforto térmico. Ciência Rural 40: 373-378, 2010. SCHINCKEL A.P.; HERR, C.T.; RICHERT, B.T.; FORREST, J.C.; EINSTEIN, M.E. Ractopamine treatment biases in the prediction of pork carcass composition. Journal of Animal Science, v.81, p.16–28, 2003. Schinckel, A. P., B. T. Richert and C. T. Herr  Variation in the response of multiple genetic populations of pigs to ractopamine. J. Anim Sci. 80(E-Suppl_2): E85-89, 2002. See, M. T., T. A. Armstrong and W. C. Weldon Effect of a ractopamine feeding program on growth performance and carcass composition in finishing pigs. J. Anim Sci. 82(8): 2474-2480, 2004. SILVEIRA, E.T.F.; ANDRADE, J.C.; MIYAGUSKU, L.; HAGUIWARA, M.M.H.; PALTRONIERI, C.E.  The addition of ractopamine to the feed of light and heavy swine and its impacts on meat quantitative characteristics. USA, ICOMST, 2005. SPURLOCK, M.E.; CUSUMANO, J.C.; MILLS, S.E. The affinity of ractopamine, clenbuterol and L-644,969 for the β-adrenergic receptor population in porcine adipose tissue and skeletal muscle membrane. Journal of Animal Science, v.71, p.2061, 1993. Stoller, G. M., H. N. Zerby, S. J. Moeller, T. J. Baas, C. Johnson and L. E. Watkins The effect of feeding ractopamine (Paylean) on muscle quality and sensory characteristics in three diverse genetic lines of swine. J. Anim Sci. 81(6): 1508-1516, 2003. Uttaro, B. E., R. O. Ball, P. Dick, W. Rae, G. Vessie and L. E. Jeremiah. Effect of ractopamine and sex on growth, carcass characteristics, processing yield, and meat quality characteristics of crossbred swine. J. Anim Sci. 71(9): 2439-2449, 1993. WEBER, T.E.; RICHERT, B.T.; BELURY, M.A.; GU, Y.; ENRIGHT, K.; SCHINCKEL, A.P. Evaluation of the effects of dietary fat, conjugated linoleic acid, and ractopamine on growth performance, pork quality, and fatty acid profiles in genetically lean gilts. Journal of Animal Science, v.84, p.720-732, 2006. XIAO, R.J; XU, Z.R.; CHEN, H.L. Effect of ractopamine at different dietary protein levels on growth performance and carcass characteristics in finishing pigs. Animal Feed Science Technology, 79, p.119-127, 1999.   Colaboração / parceria: NESUI - UFLA

Tags