Período de chuva pede cuidado para evitar a Mastite

07 out 2015

Período de chuva pede cuidado para evitar a Mastite

A exigência por qualidade e quantidade da produção leiteira no Brasil cresce a cada ano. Para atender esta demanda mais exigente, o criador de gado de leite sofre com um problema que compromete não só a qualidade do produto final como também a saúde do animal: a Mastite. Nesta época do ano, com o aumento da chuva, o clima quente e a umidade são os principais fatores para a proliferação das bactérias causadoras da doença. O problema ocorre no momento em que a vaca se deita no pasto úmido e, com acúmulo de barro, o teto do animal se torna a via de entrada para microrganismos que dão início ao processo infeccioso na glândula mamária.

A doença pode ser classificada em três graus ou formas de apresentação conforme as alterações clínicas. O primeiro grau da doença consiste em alterações apenas no leite, sendo mais comum a presença de grumos. O segundo grau consiste em alterações que são mais perceptíveis como o aparecimento de edema (inchaço) na glândula mamária. Muitas vezes esta apresentação é uma evolução do grau anterior, mas não necessariamente começa com a presença dos grumos. Já o terceiro grau é a apresentação mais perigosa, pois a vida do animal está comprometida e ele pode morrer em poucas horas. Isso se deve ao fato de que as bactérias já chegaram ao organismo do animal e podem ser percebidos sinais clínicos como febre, falta de apetite, fraqueza, entre outros sinais.

Para o controle e prevenção da mastite, a Ourofino Saúde Animal oferece a linha completa de produtos para secagem e lactação que devem ser associados dependendo do grau da doença apresentado pelo animal. “Já existem hoje mais de 130 agentes causadores da doença e isso dificulta muito o controle e a prevenção da mastite. Combinando alguns produtos como o antimastítico Ciprolac, o antimicrobiano Penfort PPU e o anti-inflamatório Maxicam 2%, também fazendo a higiene e o manejo das ordenhadeiras, baias e camas o rebanho vai estar saudável novamente”, orienta Gustavo Paranhos, médico-veterinário da Ourofino.

Orientação ao vivo

A prevenção e o tratamento da mastite são os temas que o Gustavo Paranhos abordará na conversa desta sexta-feira (9/10) no programa Ourofino em Campo, edição ao vivo. O programa é exibido pelo Canal do Boi (parabólica), a partir das 11h30 (horário de Brasília). Os telespectadores podem participar com perguntas sobre o tema pelo ourofinoemcampo@ourofino.com, pelo 0800 941 2000 ou usando a #OurofinoEmCampo nas redes sociais.

Há cinco anos no ar, o programa de TV da empresa Ourofino Saúde Animal apresenta o dia a dia do homem do campo com enfoque na pecuária. Aborda práticas fundamentais para o desenvolvimento do agronegócio brasileiro, como a produção de bovinos, aves, suínos e criação de equinos. O Ourofino em Campo é exibido de segunda a sexta-feira em dois horários: às 11h30 e às 17h50; e aos domingos às 9h30 (horários de Brasília). As reportagens e o programa na íntegra também podem ser vistos aqui.  

Tags