29 jul 2019

Suinocultor: Mario Faccin

Mario Faccin é médico-veterinário de formação e suinocultor por opção. Tem na ponta da língua a frase que o motiva: “Construir uma história e deixar um legado”. E é isso que ele tem feito até aqui. Aos 67 anos de idade comemora em 2019 os 25 anos do império que construiu. Faccin é fundador e diretor superintendente da Master Sulita de Videira em Santa Catarina, a maior produtora verticalizada independente do país, Master Sulita. São mais de 100 produtos da marca Sulita distribuídos em todo o Brasil, principalmente nas regiões Sul e Sudeste. A Master também exporta mais de quatro toneladas de cortes In Natura e miúdos congelados por ano para Hong Kong, Uruguai, Argentina, Chile, Costa Do Marfim, Georgia, Angola, Haiti, Ucrania.

 

Ourofino – O que te motivou a trabalhar com a suinocultura? E qual sua visão sobre suinocultura hoje?

Mario - Foi algo como encantamento. Desde a faculdade me interessei pela suinocultura que, à época, eram raros os estudantes que tinham essa preferência, a grande maioria se inclinava para bovinos e pequenos animais. Minha visão da suinocultura de hoje é de uma atividade empresarial, para profissionais, e que exige preparo em diversas áreas, gestão, tributaria, comportamental, economia, legislação trabalhista, ambiental, sanitária etc.

Ourofino – Quais são o propósito e a missão da Master Sulita com a suinocultura nacional?

Mario – O nosso proposito é alimentar as pessoas com os valores do campo. Temo por missão proporcionar alimentos de qualidade guiados pelos valores do campo, gerando riquezas e oportunidades.

Ourofino – Qual é a estrutura atual do grupo?

Mario – Nossa estrutura produtiva compreende um sistema de produção verticalizado desde a base genética até o produto processado para consumo humano. Resumidamente temos 32 mil matrizes em nove unidades próprias e seus 950 mil leitões são terminados em parceria com mais de 300 produtores rurais distribuídos no meio Oeste e Planalto Norte de Santa Catarina. Soma-se a esta estrutura três fabricas de rações com capacidade 75 toneladas/hora, uma unidade administrativa, duas unidades industrias de processados e estrutura comercial no sudoeste brasileiro.

Ourofino – Como está a presença dos produtos Sulita no país?

Mario – Estamos presentes em todo sudoeste brasileiro com mais de 140 SKU’s (Stock Keeping Unit/Unidade de Manutenção de Estoque) na marca Sulita. Nosso publico alvo, são pessoas que prezam pela alta qualidade, pelo sabor, pela saudabilidade e, pela maneira como fazemos nossos produtos.

Ourofino – Quais são os maiores desafios enfrentados hoje pela Master dentro de todo o processo produtivo?

Mario - O desafio da inovação constante em um mercado de comodities como forma de crescimento e ocupação de espaço.

Ourofino – Quais oportunidades observa para a expansão da suinocultura no Brasil? E para o aumento das exportações?

Mario – Há que se ter muito cuidado quando falamos em crescimento, este deve vir com lastro para enfrentar possíveis percalços a exemplo do que vivemos em passado recente. Entendemos de que o crescimento deve ser suportado pelo lado da demanda e hoje, isto está na dependência do crescimento da economia e da criação de empregos. Os sinais mostram oportunidades a frente, mas ainda é cedo para afirmarmos que isto está próximo.

Ourofino – Em sua opinião, o surto de peste suína na China é uma oportunidade para a suinocultura brasileira? Houve impacto positivo nas exportações da Master Sulita?

Mario – A PSA na China foi a tabua de salvação de muitos que, viveram em passado recente, os piores anos das ultimas cinco décadas, mas há que se ter cuidado com o que pode e deve ser passageiro, sem contudo aproveitarmos este momento e nos fortalecermos, pois não podemos esquecer de que, novas crises virão, e precisamos estar fortalecidos para enfrenta-las. A Master- Sulita foi impactada pelo evento PSA, com certeza, aliás, toda suinocultura brasileira e mundial está se beneficiando do efeito China, “tristeza de uns alegria de outros”.

Ourofino – A que atribuiu o sucesso alcançado pela empresa ao longo desses 25 anos?

Mario – Trabalho, pessoas alinhadas com nossa visão de futuro e determinadas a crescer com ética, confiabilidade, disciplina, simplicidade e sustentabilidade.

Ourofino - Qual é a visão da Master Sulita para o futuro?

Mario – Pautar nosso crescimento em resultados sustentáveis, nos tornando referência nacional em proteína suína, sem esquecer de que também temos um mercado externo a expandir.

Tags


Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter.


Deixe o seu comentário