18 fev 2019

Protocolo de secagem é tema da próxima live da Ourofino Saúde Animal no Facebook

Impulsionar a produção leiteira e diminuir a incidência de doenças intramamárias são alguns dos benefícios da terapia da vaca seca. Para explicar como aplicar a técnica e elucidar os benefícios que ela oferece, a Ourofino Saúde Animal promove no dia 18, às 19h, uma live no Facebook com a participação da médica-veterinária e especialista técnica da empresa Janielen Silva.

De acordo com a profissional, o protocolo de secagem interfere positivamente na capacidade produtiva do animal. “Pode elevar em cerca de 30% esse indicador e funciona como um meio de controle das infecções entre as vacas”, explica Janielen.

A mastite é uma das doenças que podem diminuir a partir do procedimento, já que, com a técnica, o tempo fisiológico das glândulas mamárias é respeitado. A especialista salienta que o período de descanso ideal é de 45 a 60 dias. “No entanto, os produtores devem suspender o uso de concentrado, interromper imediatamente a ordenha e adotar as soluções adequadas para a secagem das vacas. Sem essas medidas, as enfermidades relacionadas podem ocorrer mais facilmente.”

Segundo dados apresentados no Anuário Leite 2018, produzido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a Embrapa, o controle da mastite se torna mais eficiente por meio da terapia. A redução da incidência da enfermidade pode alcançar 80%.

No portfólio da Ourofino Saúde Animal, o antimicrobiano Ciprolac Vaca Seca e o selante intramamário Sellat fazem parte da terapia, que tem como outra vantagem o controle da Contagem de Células Somáticas (CCS), um indicador de qualidade do leite.

A fim de ampliar a capacidade produtiva dos rebanhos, o encontro na rede social da Ourofino discutirá todos esses aspectos e muito mais. Para participar, basta acessar a página da empresa no Facebook. A palestra terá duração aproximada de 1h. 

Tags


Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter.


Deixe o seu comentário