04 out 2018

Pecuária na Bahia: médicos-veterinários desenvolvem composto racial no Estado

Conhece a raça Red Norte? Ela nasceu na Bahia, por meio de um trabalho dos médicos-veterinários, Armando Leal Norte (formado pela Universidade Federal de Minas Gerais e com especialização em reprodução bovina), Luiz Eustaquio Lopes Pinheiro (doutor em genética) e Paulo Porto (doutor em genética).

O composto racial foi desenvolvido em 1993 no Extremo Sul da Bahia e a cruza começou com o Angus Vermelho e o Tabanel (Tabapuã com Nelore) o que resultou num produto F1, que é o cruzamento de uma raça europeia com a zebuína. Depois o Senepol foi introduzido e os profissionais começaram a selecionar os melhores indivíduos. “Fizemos então mais uma cruza com o Senepol e o resultado foi um animal super precoce, extremamente adaptável e com ótimo acabamento de carcaça, com animais de 500 kg já está totalmente prontos para o abate”, diz Norte (foto) que ficou conhecido nacionalmente pelo composto racial.

Há 45 anos, ele atua como médico-veterinário. Na loja agropecuária Casa do Campo, em Medeiros Neto (BA), parceira da Ourofino Saúde Animal, o profissional faz a Inseminação Artificial em Tempo Fixo nos clientes da revenda. Armando também é secretário de Agropecuária e Meio Ambiente da cidade. “Nossa missão é levar mais tecnologia ao campo por meio da IATF, fazemos cirurgias e clínica, e incentivamos a pecuária preventiva, pois se o produtor faz uma boa vermifugação e uma boa vacinação ele previne 80% das doenças no rebanho”, afirma.

A região Extremo Sul da Bahia está no caminho certo para uma pecuária de excelência. De acordo com o veterinário, o clima é bom e possui uma ótima topografia. “Infelizmente sofremos bastante com a seca, mas estamos retomando a produção”, acrescenta.

Conheça também:

A Linha de Reprodução da Ourofino conta com os seguintes produtos:

Sincrogest

Sincrogest Injetável

Sincro eCG

Sincrocio

Sincrodiol

Sincroforte

SincroCP

 

 

 

Tags


Deixe o seu comentário