Notícias - Ourofino comemora 30 anos com nova fábrica de biotecnologia

11 mai 2017

Ourofino comemora 30 anos com nova fábrica de biotecnologia

Planta é símbolo do olhar arrojado da empresa para as tendências no mercado de sanidade animal

Há 30 anos, a rua Vicente Golfeto, no tradicional bairro Campos Elíseos, em Ribeirão Preto (SP), abrigava a recém-fundada empresa dos amigos e empreendedores Norival Bonamichi e Jardel Massari. Eles investiram tudo o que tinham para dar vida a um sonho: fundar seu próprio negócio. Na casa alugada, com 500 m², a Ourofino nascia com a fabricação de seu primeiro produto, o Trissulfin, antimicrobiano para combater infecções intestinais e respiratórias de aves.

Desde então, o Trissulfin passou a ser uma das 110 soluções veterinárias que atualmente compõem o portfólio da Ourofino Saúde Animal, empreendimento que se tornou a maior indústria veterinária brasileira. Com uma história marcada por ousadia e pioneirismo, depois de conquistar seu espaço no mercado de bovinos, aves, suínos e equinos, em 2000, os fundadores decidiram empreender no mercado de animais de companhia, com o lançamento de produtos para cães e gatos. Em 2011, o novo passo dado pela empresa foi a entrada da Ourofino no mercado de biológicos, com o início da comercialização da vacina Ourovac Aftosa, produzida em uma fábrica própria, localizada em sua atual sede, em Cravinhos (SP), local com 180 mil m².

No 1º de junho de 2017, a Ourofino Saúde Animal completou 30 anos de história como empresa que inovou em práticas do mercado de sanidade. Para marcar a data e a referência, a companhia apresenta ao mercado sua nova fábrica de biotecnologia, também construída em sua sede, para a produção de vacinas, incluindo as recombinantes que são a futura tendência do mercado de prevenção de doenças.

“Existe um conceito de que as vacinas importadas são melhores que as nacionais. Para acabar com esse mito, a Ourofino investiu na construção de uma planta moderna e pronta para o futuro deste mercado. Esta é a melhor e mais moderna fábrica de vacinas no Brasil”, comenta o diretor industrial Dan Artioli. A nova planta atende não apenas as exigências do mercado nacional, mas também as do norte-americano e do europeu. O investimento atende às demandas atual e futura do mercado de prevenção em sanidade animal para bovinos, suínos, cães e gatos.

“Esta é a melhor e mais moderna fábrica de vacinas no Brasil”

Dan Artioli

“A conquista contribui para a referência do Brasil na produção de insumos para o agronegócio mundial, à qualidade na relação com os pets e contempla estrutura, tecnologia e investimento em profissionais especializados. A prevenção é o futuro, afinal, a população mundial demanda por alimentos e, para atender ao consumo crescente, o pecuarista está atento para que o seu produto chegue mais cedo, com segurança e qualidade, ao mercado. Uma das grandes discussões atuais é a questão de carência e resíduo nos alimentos, a biotecnologia vem para suprir essa necessidade”, comenta o presidente da empresa, Jardel Massari.

A Ourofino se reimagina como indústria veterinária e amadurece junto com as demandas de seus clientes. Ao longo dos anos, os produtores rurais se profissionalizaram para atender as necessidades e alimentos e produtos da população. Já os donos de pets ficaram mais exigentes com o conforto e bem-estar na relação com seus animais. A nova fábrica leva a Ourofino para outro patamar no mercado de sanidade animal, em especial, para o mercado de animais de companhia, que ganharam representatividade diferente nas famílias brasileiras e são tratados com todo cuidado pelos donos.

O futuro é a biotecnologia

A fábrica permite trabalhar com processos de produção de biológicos tradicionais e recombinantes. “Temos conhecimento interno na equipe de PDI e parceiros internacionais para viabilizar novos produtos de acordo com o planejamento estratégico da empresa. Para fazer uma vacina são usados mais de um antígeno e temos a possibilidade tanto de trabalhar os antígenos separadamente como de fabricar o produto final que é a vacina”, explica a diretora de PDI, Sandra Barioni.

A tecnologia da indústria oferece flexibilidade para novas oportunidades de produção, com salas individualizadas para desenvolvimento de diferentes tipos de antígenos e vacinas, com sistemas de ar individualizados, que permitem que diferentes micro-organismos sejam trabalhados lado a lado, sem risco de interferência ou contaminação. A planta foi pensada para gerar o melhor fluxo de materiais e produtos, otimizando tempo e custos de produção.

O gerente industrial de Biológicos, Ricardo Ávalo, explica que a fábrica tem o que há de melhor em equipamentos. As máquinas de envase e a centrífuga de fluxo continuo vêm da Itália e da Alemanha. As autoclaves são argentinas. O piso também veio da Alemanha. E os biorreatores são de fabricação local, com desenho de engenheiros brasileiros especializados.

“O nível de construção e o de especificação técnica SÃO altos, garantindo uma fabricação totalmente controlada. Nossa estrutura conta com salas de produção de antígenos celulares e bacterianos, uma sala de matrizes das vacinas, pré-formulação, formulação, envase, quatro câmaras-frias, stage, área de almoxarifado e piso técnico”, explica.

O envase permite inicialmente a fabricação de frascos de 50 ml a 250 ml, com possibilidade de ajuste de envases para 1 ml a 500 ml. Os reatores variam de tamanhos entre 100 litros e 3.000 litros de capacidade. Na área externa, há ainda o sistema de água WFI, “water for injections”, em inglês, a água pura especial para produção de injetáveis, e uma ETE (estação de tratamento de efluentes).

Além da certificação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), todo o processo de fabricação foi aprovado pela CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança). “Com a nova fábrica de biotecnologia, a Ourofino mais uma vez de adiantou às necessidades do mercado veterinário”, conclui o presidente e sócio-fundador, Jardel Massari.

Raio-x

  • 6.842,00 m² de área construída, sendo 4.554,00 m² dedicados para a produção
  • Nível 2 de biossegurança
  • Plataforma de produção de antígenos celulares e bacterianos
  • Áreas dedicadas para banco de sementes matrizes e de produção
  • Área de formulação e envase: formulações aquosas, emulsões e suspensões
  • Capacidade de envase variável de frascos entre 1 ml a 500 ml
  • Produção de 6.500 frascos de 100 ml por hora
  • Segmentação de um sistema de ar por sala nas áreas de produção
  • Alta flexibilidade e prevenção de contaminação cruzada

Há 30 anos, a rua Vicente Golfeto, no tradicional bairro Campos Elíseos, em Ribeirão Preto (SP), abrigava a recém-fundada empresa dos amigos e empreendedores Norival Bonamichi e Jardel Massari. Eles investiram tudo o que tinham para dar vida a um sonho: fundar seu próprio negócio. Na casa alugada, com 500 m², a Ourofino nascia com a fabricação de seu primeiro produto, o Trissulfin, antimicrobiano para combater infecções intestinais e respiratórias de aves.

Desde então, o Trissulfin passou a ser uma das 110 soluções veterinárias que atualmente compõem o portfólio da Ourofino Saúde Animal, empreendimento que se tornou a maior indústria veterinária brasileira. Com uma história marcada por ousadia e pioneirismo, depois de conquistar seu espaço no mercado de bovinos, aves, suínos e equinos, em 2000, os fundadores decidiram empreender no mercado de animais de companhia, com o lançamento de produtos para cães e gatos. Em 2011, o novo passo dado pela empresa foi a entrada da Ourofino no mercado de biológicos, com o início da comercialização da vacina Ourovac Aftosa, produzida em uma fábrica própria, localizada em sua atual sede, em Cravinhos (SP), local com 180 mil m².

No 1º de junho de 2017, a Ourofino Saúde Animal completou 30 anos de história como empresa que inovou em práticas do mercado de sanidade. Para marcar a data e a referência, a companhia apresenta ao mercado sua nova fábrica de biotecnologia, também construída em sua sede, para a produção de vacinas, incluindo as recombinantes que são a futura tendência do mercado de prevenção de doenças.

“Existe um conceito de que as vacinas importadas são melhores que as nacionais. Para acabar com esse mito, a Ourofino investiu na construção de uma planta moderna e pronta para o futuro deste mercado. Esta é a melhor e mais moderna fábrica de vacinas no Brasil”, comenta o diretor industrial Dan Artioli. A nova planta atende não apenas as exigências do mercado nacional, mas também as do norte-americano e do europeu. O investimento atende às demandas atual e futura do mercado de prevenção em sanidade animal para bovinos, suínos, cães e gatos.

“A conquista contribui para a referência do Brasil na produção de insumos para o agronegócio mundial, à qualidade na relação com os pets e contempla estrutura, tecnologia e investimento em profissionais especializados. A prevenção é o futuro, afinal, a população mundial demanda por alimentos e, para atender ao consumo crescente, o pecuarista está atento para que o seu produto chegue mais cedo, com segurança e qualidade, ao mercado. Uma das grandes discussões atuais é a questão de carência e resíduo nos alimentos, a biotecnologia vem para suprir essa necessidade”, comenta o presidente da empresa, Jardel Massari.

A Ourofino se reimagina como indústria veterinária e amadurece junto com as demandas de seus clientes. Ao longo dos anos, os produtores rurais se profissionalizaram para atender as necessidades e alimentos e produtos da população. Já os donos de pets ficaram mais exigentes com o conforto e bem-estar na relação com seus animais. A nova fábrica leva a Ourofino para outro patamar no mercado de sanidade animal, em especial, para o mercado de animais de companhia, que ganharam representatividade diferente nas famílias brasileiras e são tratados com todo cuidado pelos donos.

Outras fotos

  • Notícias - Ourofino comemora 30 anos com nova fábrica de biotecnologia
  • Notícias - Ourofino comemora 30 anos com nova fábrica de biotecnologia
  • Notícias - Ourofino comemora 30 anos com nova fábrica de biotecnologia

Tags

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter.


Comentários

Deusmare Soares De Silva

Sábado, 28 de Agosto de 2021

Vocês estão em Ribeirão Pires?.
Gostaria de conhecer melhor os produtos para combater os carrapatos.

Ourofino Saúde Animal

Segunda-feira, 30 de Agosto de 2021

Olá Deusmare,

Estamos em Ribeirão Preto, interior de SP, fica a 290 km da capital.

Você pode acessar nosso site para conhecer melhor nossos produtos.

https://www.ourofinosaudeanimal.com/produtos/todos/ectoparasiticidas/

https://www.ourofinosaudeanimal.com/produtos/todos/endectocidas/

Baixe também gratuitamente nosso aplicativo em seu celular e tenha soluções ao alcance dos dedos! www.ourofino.com/app


Deixe o seu comentário