30 mar 2021

Conheça os prejuízos da retenção de placenta em fêmeas leiteiras

RETENÇÃO DE PLACENTA

A retenção de placenta é uma condição patológica que ocorre quando há falha do processo fisiológico de expulsão dos anexos fetais (placenta). Normalmente, esses devem ser expulsos em até 12 horas após o parto. Caso a expulsão não ocorra nesse intervalo, podemos diagnosticar o quadro como retenção de placenta.

FATORES PREDISPONENTES

A origem da retenção de placenta é multifatorial e incidência vai depender de cada rebanho e manejo específico realizado nas propriedades. Principais fatores predisponentes:

  • Dificuldades no parto (distocias, partos gemelares, natimorto);
  • Grandes intervenções no momento do parto;
  • Atonia uterina;
  • Estresse
  • Problemas no manejo nutricional;

SINAIS CLÍNICOS

Os sinais mais evidenciados nos casos de retenção de placenta são:

  • Presença de restos placentários (total ou parcialmente);
  • Esforços expulsivos recorrentes;
  • Secreção vaginal;
  • Odor fétido.

 

IMPACTO ECONÔMICO

A retenção de placenta provoca muitos impactos produtivos e reprodutivos nas fêmeas. São alguns deles:

  • Redução na ingestão de matéria seca no periparto;
  • Redução na produção leiteira;
  • Atraso na involução uterina e reinício da atividade ovariana;
  • Baixa eficiência reprodutiva;
  • Aumento do intervalo parto-concepção;
  • Predispõe a doenças secundárias: metrite, endometrite, cetose, mastite.

SOLUÇÃO OUROFINO

 

A utilização do Sincrocio no dia do parto (repetir após 48 h) auxilia na expulsão dos envoltórios fetais e acelera o processo de involução uterina. Essa ferramenta ajuda a reduzir a incidência da retenção de placenta nas propriedades leiteiras.

TRATAMENTO

 

O sucesso do tratamento da retenção de placenta depende diretamente escolha do melhor antibiótico para ser usado. Acerte com Lactofur e traga os animais de volta para produção!

Mariana Fuloni e Bruna Guerreiro

Departamento Técnico Ourofino Saúde Animal

Tags

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter.


Deixe o seu comentário