20 set 2010

Aspectos básicos fundamentais na condução de programas de Inseminação Artificial em Tempo Fixo - Infraestrutura

VOLTAMOS A FALAR DOS PONTOS QUE DEVEM SER AVALIADOS NA IATF. - Infraestrutura: Um dos pontos de grande impacto nos resultados dos programas e na boa condução dos mesmos é a infra-estrutura que será utilizada. Sempre que formos fazer a programação dos trabalhos temos que checar como estão as cercas, corredores, mangueiras, troncos e bretes que serão utilizados para evitar problemas durante os mesmos. O que temos que ter em mente, principalmente nos protocolos que envolvem uma maior quantidade de animais é o fato de haver uma grande concentração de manejos de uma única vez. Assim, por exemplo, um curral/brete que não possibilite a devida contenção dos animais e que leve a um grande tempo de manejo individual, com certeza levará a um atraso de todo o lote. Assim sempre que formos montar os programas temos que estruturá-los dentro das limitações de nossas propriedades.  - Higiênie: Outro aspecto de grande importância é a higiene. Qualquer descuido com a higiene pode comprometer não só o resultado do protocolo de IATF como também a prenhez de um animal durante toda a estação de monta. A utilização de um desinfetante de ação rápida para a limpeza dos aplicadores e dispositivos no momento do implante minimiza o aparecimento de vaginites. Levando em consideração que os aspectos acima foram respeitados, há ainda outros pontos que devem ser observados para que os melhores resultados sejam atingidos.  - Escore de Condição Corporal (ECC): essa característica dos animais está diretamente relacionada com a taxa de concepção em protocolos de IATF como o observado na figura abaixo. Taxas de prenhez de fêmeas bovinas submetidas à IATF com diferentes escores de condição corporal (n=27.443; Crepaldi et al., dados não publicados). Apesar de o escore de condição corporal mais alto resultar em maior prenhez, deve-se considerar a utilização de programas de IATF nos animais de escore mais baixo (<2,5). Mesmo que a resposta nesses animais seja menor, são animais que se não forem tratados apresentarão intervalo entre partos ainda maiores e o protocolo tornar-se-á viável mesmo com resultados um pouco menores. LOGO FALAREMOS DE OUTRO PONTO IMPORTANTE PARA O BOM RESULTADO DA IATF Por José Ricardo Maio, Médico Veterinário e Diretor Comercial da Ourofino.

None

None


Deixe o seu comentário