Blog Ourofino

Os melhores conteúdos em Saúde Animal

Entenda a tristeza parasitária bovina

Bovinos

Sexta-feira, 01 de Dezembro de 2017

Por Marcelo Feckinghaus, Marcel Onizuka e Pietro Massari, departamento Técnico da Ourofino Saúde Animal

Com a mudança da estação do ano, ocorre também uma alteração drástica no cenário do campo. A  chuva traz de volta as pastagens, mas também aumenta de forma significativa a infestação por carrapatos. Esses pequenos parasitas causam preocupação para os produtores, pois provocam perdas econômicas significativas. Tais perdas podem até acarretar em óbitos, decorrentes da transmissão da tristeza parasitária bovina. Os nomes associados a este problema são diversos. Os mais comuns são tristeza parasitária, amarelão ou tristezinha.

Essa enfermidade é causada pela transmissão de dois parasitas intracelulares obrigatórios, a Babesia ssp. e o Anaplasma ssp. A forma mais comum de transmissão se dá pela picada do carrapato que, por meio da saliva contendo os parasitas, infecta o animal. Ainda, é importante lembrar que insetos hematófagos como as moscas, representam um papel importante na transmissão, especialmente de Anaplasma. Como forma de evitar mais prejuízos, nunca se deve tratar apenas um dos parasitas do complexo da tristeza parasitária, embora seja relativamente fácil a determinação do agente principal que esteja causando o problema (por exemplo realizando o esfregaço sanguíneo ou reconhecendo as diferenças entre os sinais clínicos - período de incubação diferente e hemólise mais pronunciada no caso da babesiose em comparação à anaplasmose).

O tratamento de apenas  um dos agentes possibilita a infecção muito mais avassaladora por parte do outro. Exemplo: se temos uma infecção em que 95% dos parasitas são babésias e apenas 5% de anaplasmas, obviamente os sinais clínicos e diagnósticos laboratoriais nos levam ao tratamento de babesias, mas se não tratarmos a infecção por anaplasma, poderemos até mesmo observar o óbito do animal sem, no entanto, a exteriorização de qualquer sinal clinico de anaplasmose, pelo simples fato da debilidade causada pela babesia ter fragilizados o animal de tal forma que, quando a infecção por anaplasma surgir, seja tarde para qualquer medida terapêutica.

O tratamento consiste na utilização de oxitetraciclina (Ourotetra LA Plus®) para tratamento de anaplasmose, associado ao diaceturato de diminazeno (Pirofort®) para o combater a babesia. No entanto, é importante lembrar que os quadros clínicos graves podem comprometer o processo de recuperação e até mesmo a eficácia do tratamento. Outro ponto importante, mas muitas vezes esquecido, é a utilização de terapia suporte para os animais acometidos. É necessário utilizar soluções que visem a reposição de eletrólitos por via sistêmica.

Compartilhe esta notícia:

Comentários

deivisson jose gonçalves

Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2018

gostaria de saber se o animal que ja deu a doença fica imunizado ou pode ficar doente outra vez?

Ourofino Saúde Animal

Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2018

Olá, Deivisson! A tristeza parasitária bovina pode ser causada por até três agentes diferentes que podem estar associados ou não: B. Bovis e B. Bigemina que causam a babesiose e a Anaplasma Marginale que causa a anaplasmose. Em áreas onde os bovinos estão em contato com os agentes constantemente, há a possibilidade de desenvolvimento de imunidade. Os animais que se recuperam de infecções agudas, por exemplo, podem ficar protegidos se forem expostos a um desafio posteriormente. A imunidade depende da resposta do indivíduo, além disso, fatores como a idade também influenciam nesse sentido. Lembre-se que é importante o controle dos carrapatos e moscas, que são os principais carreadores desses agentes. Para mais informações, converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado.

Ozanan Batista de Lima

Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2017

Gostaria de receber atravez dessa empresas nomes de medicamentos eficaz contra as doenças que enfectam os animais bovinos,caprinos,ovinos,aves e outros.

Ourofino Saúde Animal

Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2017

Olá, Ozanan! Para conhecer nossos produtos acesse link.ourofino.com/2a58d ou converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

wagner pedro machado

Terça-feira, 05 de Dezembro de 2017

bom dia gostaria de saber uma relação em virtude de produtos preventivos e curativos de amarelão ou de tristesa bovina perdi 3 animais no pico de lactção e isso gera transtorno

Ourofino Saúde Animal

Terça-feira, 05 de Dezembro de 2017

Oi, Wagner! Temos em nosso portfólio o produto Enfrent, à base de dipropionato de imidocarb, indicado para a prevenção e tratamento da tristeza parasitária bovina. Para mais informações sobre o produto acesse link.ourofino.com/f46d3 ou converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

Deixe o seu comentário

Confira outros posts

Hipocalcemia: tratamento emergencial

Na produção de leite, o desafio metabólico é um dos maiores, pois a quantidade de energia  e de substrato utilizados é muito grande, além de variável conforme o nível produtivo desejado. Por isso, durante a vida produtiva ...

Confira
Ourofino Saúde Animal

Quimioprofilaxia: a prevenção necessária

A mudança de estação traz novamente uma das maiores preocupações do pecuarista, os carrapatos. Com os parasitas, problemas correlacionados a eles tendem a aparecer de maneira mais evidente, como a Tristeza Parasitaria Bovina (TPB), também conhecida ...

Confira
Ourofino Saúde Animal

Diarreias: diferenças importantes

Na primeira fase de vida dos bovinos, sem dúvida, as diarreias são uma das enfermidades mais comuns e causadoras de muitos prejuízos para o produtor rural. Sendo uma doença multifatorial, devemos classificar diarreias sempre no plural ...

Confira
Ourofino Saúde Animal
Carregar mais posts