Ourofino lança coleira Leevre para proteção de cães

18 fev 2015

Ourofino lança coleira Leevre para proteção de cães

A Ourofino Saúde Animal apresenta a coleira Leevre, nova solução de sua Linha Pet. Com a proposta “Proteção que acompanha seu cão para o que der e vier”, o produto alia liberdade à segurança, controlando por um longo período a picada do inseto transmissor da Leishmaniose, o mosquito-palha, e ainda carrapatos e pulgas.

“A Leishmaniose é uma zoonose grave. As altas taxas de repelência ao transmissor pela ação da coleira fazem de Leevre um grande aliado na prevenção desta doença”, afirma Fabiana Porto, gerente de Marketing da Linha Pet da Ourofino. “As pulgas se proliferam rapidamente, por isso é importante o uso frequente dos agentes que as combatem”, explica Andrea Savioli, gerente técnica da Linha Pet.

 

Perigos da zoonose

A Leishmaniose canina é uma das principais infecções que podem levar animais à morte em todo o mundo. A doença é causada pelo protozoário Leishmania, um parasita intracelular que rompe células do sistema imunológico dos mamíferos.

No ciclo da doença, a picada do inseto infectado pelo parasita é responsável pela transmissão ao cão e ao homem e é o ponto chave para o controle da transmissão dessa zoonose. A Leishmania parasita as células de defesa e cai na corrente sanguínea, dando continuidade à transmissão da doença quando outro mosquito pica o indivíduo infectado. “O combate ao transmissor é uma medida efetiva para conter a doença. A nova solução da Ourofino auxilia na repelência e morte do inseto por até seis meses”, explica Fabiana.

Segundo o médico veterinário Paulo José Baccan Maximino, a Leishmaniose causa vários sintomas nos cães. Os mais severos são emagrecimento progressivo, perda de pelos, feridas que não cicatrizam, sangramentos pelo nariz e nas fezes e crescimento exagerado de unhas.

Para proteger o animal o melhor caminho é a prevenção. “Quanto mais cães usarem métodos que repelem o mosquito-palha, mais a doença será combatida”, acrescenta Maximino.

 

Combate aos carrapatos e pulgas

O efeito prolongado da coleira Levree é obtido por meio dos princípios ativos Delmametrina e Propoxur que são liberados de forma lenta e gradual, garantindo longa proteção aos cães no combate contra pulgas, por até nove meses, e carrapatos, por até seis meses.

“A maioria das fórmulas existentes no mercado possui eficácia elevada apenas nas três primeiras semanas de uso e depois perde o desempenho na atuação contra os parasitas. Isso não acontece com Leevre”, explica Andrea.

Leevre é apresentado em dois tamanhos, 48 cm e 63 cm, adaptável a todos os portes de cães. A coleira possui um sistema de travamento que dificulta a destruição ou ingestão do produto pelo animal, mesmo em animais bastante ativos e que vivem em grupos. “A única recomendação é retirar a coleira antes do banho e recolocá-la quando a pele já estiver seca”, conclui Fabiana.

Tags