Acrimat em Ação leva informação ao pecuarista

26 mar 2015

Acrimat em Ação leva informação ao pecuarista

Levar informação ao pecuarista e identificar as demandas do setor são os objetivos do maior programa de capacitação técnica para o desenvolvimento da pecuária de corte realizado em Mato Grosso, o Acrimat em Ação. O evento, promovido pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e que está em sua quinta edição consecutiva, pretende reunir 5,5 mil interessados, principalmente produtores, mas também há um foco nos acadêmicos e técnicos da área. Em quatro anos, já foi registrada a participação de mais de 12 mil pessoas. A programação deste ano terá início no dia 20 de março, em Pontes e Lacerda (a 448 km de Cuiabá). Ao todo, serão visitados 30 municípios, em quatro rotas, em mais de 10 mil quilômetros percorridos.

Os participantes poderão conferir um conteúdo diferenciado com a palestra "Manejo pré-abate: como evitar perdas econômicas mantendo o bem-estar animal”, que será conduzida pelos professores Adriano Gomes Páscoa (Rota 01), Mateus José Rodrigues Paranhos da Costa (Rota 02) e Roberto de Oliveira Roça (Rotas 03 e 04).

O presidente da Associação, José João Bernardes, destaca que o Acrimat em Ação contribui para manter o pecuarista atualizado no que se refere a produção de carne. “A participação dos produtores nas edições anteriores mostra que o evento contribui para o setor, promovendo intensiva transferência de informações aos participantes”. Conforme ele, as demandas registradas durante os encontros servem para traçar medidas que promovam o desenvolvimento sustentável da cadeia da carne em Mato Grosso.

O consultor da Acrimat, responsável pela coordenação do evento, economista Amado de Oliveira Filho, destaca que além de levar informações aos pecuaristas, o Acrimat em Ação promove a integração dos participantes com e a troca de experiências. Sobre a programação, ele explica que a intenção é oferecer um conteúdo abrangente, com conteúdo diferenciado. “Iremos mostrar os resultados do projeto “Na Medida” realizado pela Acrimat em parceria com a Unesp de Botucatu e a UFMT Campus de Sinop, que avaliou os impactos de manejo na propriedade, no transporte nos currais dos frigoríficos e nos procedimentos de abate”.

Rotas

O Acrimat em Ação 2015 vem novamente dividido em quatro rotas, passando por 30 municípios e contemplando todas as regiões produtoras. A Rota 01 percorre, entre 20 e 30 de março, os municípios de Pontes e Lacerda (20), Nova Lacerda (21), Vila Bela S. Trindade (23), Araputanga (24), Porto Esperidião (25), Cáceres (26), São José dos Quatro Marcos (27) e Poconé (30).

A Rota 02 visita do dia 09 a 20 de abril as cidades: Brasnorte (09), Tabaporã (10), Juara (11), Aripuanã (13), Colniza (14), Cotriguaçu (15), Juruena (16), Castanheira (17) e Juína.

Na Rota 03, a programação segue entre os dias 28 de abril e 04 de maio nos municípios de Vila Rica (28), Cocalinho (29), Água Boa (30), Barra do Garças (02 de maio) e Rondonópolis (04 de maio).

Por fim, a Rota 04 irá visitar os seguintes municípios entre os dias 12 e 21 de maio: Nova Bandeirantes (12), Nova Monte Verde (13), Apiacás (14), Alta Floresta (16), Guarantã do Norte (18), Marcelândia (19), Sinop (20) e São José do Rio Claro (21). O encerramento do Acrimat em Ação 2015 será realizado em Cuiabá, no dia 25 de maio.

Pecuária mato-grossense em números

Mato Grosso possui o maior rebanho bovino comercial do país, com 28,4 milhões de animais. Uma das principais características é com relação à qualidade da produção e a sanidade do rebanho, que há 18 anos não registra nenhum caso de Febre Aftosa e o índice de vacinação supera a 99%.

A pecuária extensiva contribui fortemente na produção e produtividade de carne bovina e para os ciclos de criação de animais realizados no Estado, a Cria (bezerros), Recria (engorda de bezerros) e Engorda (terminação do animal para o abate). Porém, nos últimos anos, os investimentos em tecnologias para atender ao mercado têm feito com que estratégias de terminação como o semi-confinamento e o confinamento e a utilização de inseminação artificial para melhoria genética aumentem no Estado.

Entre os anos de 2007 e 2014, por exemplo, o número de animais confinados saltou de 426,5 mil para 636,6 mil, alta de 49,27% em sete anos. Esta evolução também permitiu a ampliação nas exportações. Atualmente Mato Grosso é o maior segundo exportador e em 2014 embarcou o equivalente a US$ 1,205 bilhão em carne bovina.

Parcerias

Para realizar o ‘Acrimat em Ação 2015’, a Acrimat conta com a parceria de empresas que acreditam no projeto e na atividade como fonte de renda, oportunidade de emprego e produção de alimentos para o mundo. São elas Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), Dow Agroscience; JBS; Ourofino, Trescinco e Ariel. Além delas, o evento conta com o apoio dos Sindicatos Rurais das cidades visitadas, da Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte), Associação dos Criadores do Vale do Arinos (Acrivale) e da Associação de Criadores dos Produtores da Região Sul de Mato Grosso (Criasul).

Tags