11 out 2010

Mosca-dos-chifres causa prejuízo na pecuária brasileira

Inseto cada vez mais comum no campo ocasiona graves perdas ao rebanho. Presente em todo o território nacional, a mosca-dos-chifres é um inseto pequeno, mas que causa grandes danos à saúde animal. Em determinadas épocas do ano, as mais chuvosas, a infestação pode chegar a duas mil moscas por fazenda e a erradicação é considerada praticamente impossível. Para um controle eficaz, os pecuaristas devem conhecer o ciclo de vida do inseto e adotar o tratamento mais adequado. “A mosca-dos-chifres se alimenta de sangue e pica o animal de 25 a 40 vezes por dia. Cada sucção pode durar de quatro a cinco minutos. Em anos de maior temperatura e umidade são maiores as chances de infestação”, alerta o médico veterinário e diretor técnico da Ourofino, Gabriel Sandoval. Estudos apontam que os prejuízos com a mosca-dos-chifres chegam a US$ 150 milhões ao ano no Brasil. Uma infestação média de 500 moscas pode levar a uma perda média de 40 kg/animal/ano e cerca de 150 litros de leite durante toda a lactação. Soma-se a isso a perda de sangue e os efeitos irritantes da picada que comprometem a alimentação tranquila do animal, diminuindo sua produtividade. A mosca-dos-chifres tem coloração escura e possui hábitos muito peculiares: está sempre de cabeça para baixo e geralmente passa 24 horas por dia sobre o hospedeiro, pode ser encontrada em qualquer parte do corpo do animal, mas preferencialmente ao redor dos chifres e cupim. Ciclo de vida O ciclo de vida da mosca-dos-chifres começa quando o inseto põe os ovos nas fezes dos animais. Nas horas mais frescas do dia, uma grande população de moscas adultas migra para as partes mais baixas do animal, concentrando-se na região do abdômen, para posteriormente realizar a postura sobre o bolo fecal fresco.  Em boas condições de temperatura e umidade, os ovos eclodem e em 24 horas se transformam em larvas. Depois de três a cinco dias, as larvas se transformam em pupas, alimentam-se nas fezes e entre quatro e oito dias já se tornam moscas adultas. De acordo com Sandoval, um dos métodos mais efetivos no tratamento e controle da mosca-dos-chifres é a utilização do brinco mosquicida que protege os animais por até 150 dias. Por: Assessoria de Imprensa Ourofino Agronegócio

None

None